Projetos

Vistas Situadas do Rio de Janeiro (2019 – 2020)

Protótipo de anotação de dados espaciais sobre fotografia de Georges Leuzinger (1813-1892). Largo do Paço e Chafariz do Mestre Valentim, c. 1865. Coleção Gilberto Ferrez, Instituto Moreira Salles.

O projeto Situated Views of Rio de janeiro: 19th and Early 20th Century Photography and Temporal Cartography é uma parceria entre a coordenação de fotografia do Instituto Moreira Salles, a Biblioteca Fondren e o Centro de Pesquisa em Humanidades da Universidade de Rice.

Com o apoio da Getty Foundation, o projeto tem como principal desafio a integração entre fotografias e mapas históricos na plataforma imagineRio.

Mais informações

Cooperação IMPA + IMS (2018 -)

Protótipo de interface para visualização de fotografias de Marc Ferrez (1843-1923) na plataforma Liquid Galaxy. Imagem: Luiz Velho / Visgraf

Desde junho de 2018, o Instituto de Matemática Pura e Aplicada e o Instituto Moreira Salles mantém um acordo de cooperação com foco na investigação e no desenvolvimento de aplicações para difusão do acervo fotográfico do IMS.

Através da colaboração com o laboratório Visgraf, os interesses de pesquisa incluem a visualização de dados na plataforma Liquid Galaxy, atualmente instalada no IMS Rio.

Mais informações

Fotografia e memória urbana (2016)

Monoplotagem permite mensurar áreas da imagem utilizando modelos tridimensionais de terreno, em fotografia de Augusto Malta (1864-1957). Vista de Botafogo e Pão de Açúcar, c. 1910. Imagem: WSL Monoplotting / Instituto Moreira Salles

Em setembro de 2016, a coordenação de fotografia do Instituto Moreira Salles organizou o seminário Fotografia e memória urbana, no qual pesquisadores nacionais e estrangeiros tiveram a oportunidade de discutir temas relacionados ao georreferenciamento de fotografias históricas.

O evento foi realizado em parceria com a Casa da Suiça e o Instituto WSL, e contou com o apoio do Centro de Pesquisa em Humanidades da Universidade de Rice.

Rio: Primeiras Poses (2015)

Mesa interativa da exposição Rio: Primeiras Poses. Pesquisa e visualização de fotografias georreferenciadas sobre mapas históricos. Imagem: Superuber.

Em fevereiro de 2015, o IMS Rio inaugurou a exposição Rio: Primeiras Poses – Visões da cidade a partir da chegada da fotografia (1840-1930), como parte de uma programação especial dedicada aos 450 anos da cidade do Rio de Janeiro.

Com mais de 100 mil visitantes ao longo de um ano, a exposição apresentou diversas aplicações interativas a partir de fotografias urbanas concebidas em parceria com a Superuber.

Mais informações

Memória Rocinha (2014 – )

Participante do projeto observa a paisagem enquanto manipula uma reprodução de fotografia de Marc Ferrez (1843-1923). Imagem: Memória Rocinha / Instituto Moreira Salles

Parceria entre o Instituto Moreira Salles e o Museu Sankofa Memória e História da Rocinha. Laboratório de pesquisa-ação colaborativo para compartilhar informações e construir conhecimento sobre os processos de transformação da paisagem social e urbana da Rocinha e seu entorno, ao longo de mais de um século de história.

Com apoio da coordenação de fotografia foram realizados visitas de campo que conectam pontos de vista entre passado e presente, produzindo novas fotografias e registrando relatos em vídeo dos moradores e frequentadores.

Mais informações